Pesquise Aqui

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Doença Perene



O
 ser humano é o indivíduo que atrai mais maleficidades e doenças, sejam de caráter especificamente ligado ao corpo, ou frequentemente ligado ao espírito, a alma. Resta-nos, sempre, a certeza de que a degeneração nos levará sempre ao fim. Julgamo-nos superiores, extremamente avançados, quando na verdade somos minúsculos, porque a vida é nada diante da morte, do ponto de vista de que esta última limita a primeira no instante que lhe for viável. Por outro lado, a vida é superior à morte e a qualquer maleficidade e doença, pois, pode criar prevenções para tais transtornos e sempre que possível buscar a superação!
Mas o homem e a mulher julgam-se acima de quase tudo, inclusive dos valores, esboçados por eles mesmos, porém, violados posteriormente e descaradamente! Desrespeitam e manipulam a própria natureza humana. Há, por exemplo, "determinadas minorias", que na atualidade, julgam-se capazes de trair a própria natureza humana e forjarem novas personalidades, comportamentos e assumirem novas identidades, como se fossem auto-recicláveis e auto-corruptíveis, até no íntimo e na matéria, em nome de circunstâncias...
Quanto à liberdade, muitos se enganam, porque ser livre é ser o que é! Não é usurpar uma nova identidade e querer ser o que não é, de fato! Isso deva ser mesmo uma doença, daquelas que o ser humano atrai, e ela deturpa o espírito, depois o corpo sólido...
Um doente perene é, então, aquele que não foi capaz de ser o que realmente deveria ser... É uma pessoa exterior à natureza humana! Pensam em revolucionar, mas envergonham a raça humana[1].
JaloNunes.

[1] Se é que existe essa raça com este nome, na atualidade.