Pesquise Aqui

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Distorção de Valores: exemplo 2

S

e te perguntassem: - qual o seu número? O que você responderia? E se esta pergunta fosse feita há algumas décadas atrás, será que ela teria uma resposta semelhante, ou uma resposta extremamente diferente?
Mas não se preocupe, eu responderei (por você) o que você responderia, ao citar um exemplo, testemunhado numa manhã, numa casa lotérica.
Pois bem, enquanto aguardávamos ser chamados pelo painel eletrônico, entre uma conversa e outra, se quer saber qual o número da senha que cada um porta, e quantos ainda faltam até que você (seu amigo, sua amiga) seja atendido.
Por esta situação, duas mulheres conversavam sobre a vida alheia, sobre os vizinhos, sobre os desterrados... Uma delas perguntou: - qual é o teu número, mulher? Ela respondeu: - é 9635... - Não mulher...! (interceptou a outra) estou perguntando qual é o número da tua senha! (risos de ambas as partes); (risos meus)...
 JaloNunes.

Sem comentários:

Enviar um comentário