Pesquise Aqui

sexta-feira, 4 de março de 2016

O Colapso de uma estrela chamada PT



O
 ex-presidente Lula está acuado! Após uma longa caminhada, trilhando os caminhos da oposição no Brasil desde as últimas décadas do século passado, enfim, ele atingiu o mais alto cargo político de nosso país, o de Presidente da República Federativa do Brasil!
Eu, morando no interior de Alagoas, Nordeste do Brasil, quando era criança achava que para ser Presidente deveria ser, antes, presidente de uma associação de bairro – vereador – prefeito – deputado estadual – deputado federal – senador – presidente da república, mas a lei da vida me mostrava algo diferente: eu conheci o Lula já sendo candidato a Presidente e sendo derrotado até dizer: - basta, mas como menino que chora até encontrar o colo da mãe, a luta continuou e o dia finalmente chegou!
Entrávamos numa nova era? O governo comunista havia de se instaurar? Mas como agradar a gregos e troianos, (ou a pobres e poderosos)?
Contudo, há uma ferida aberta em nosso país, qual seja, a corrupção e dizem as más línguas que não tem um político sequer que escape dela, aliás, o significado de política em nosso país nada tem a ver com aquele conceito que foi criado na Grécia Antiga; ser político em nosso país é estar misturado a uma engrenagem entorpecente, que libera morfina, da mais perversa e pérfida qualidade, quando não se consome sua fumaça por livre e espontânea vontade, dizem também as más línguas, que ela contamina da mesma forma, aliás, há quem diga que a ingestão passiva é mais prejudicial do que a ativa, isto é, não interessa se é corrupção ativa ou corrupção passiva... Quando a guilhotina do Estado ser arma, não há pescoço que a suporte... e tentar pará-la quando já foi desarmada é impossível!
O Partido dos Trabalhadores – PT, fundado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se tornou um dos mais agigantados do país e, gostando de governar juntamente com o ex-operário do ABC paulista, galgou-se numa verdadeira instituição a despertar amor e ódio por todas as regiões do país...
Após 8 anos de mandato e de "maravilhas por causa da ascensão de um Brasil antes renegado", eis que assume o poder, também uma petista, a primeira mulher Presidenta do Brasil - Dilma Rousseff (eu falei da sua segunda vitória aqui no Blog). Por que lhe foi concedido um segundo mandato? Havia satisfação nos eleitores brasileiros ou será que eles temiam a vanguarda tucana, historicamente predatória de um Brasil fragilizado, em nome da manutenção da ordem burguesa?
Porém, há de se considerar que a oposição, mais do que nunca, encontra-se com as rédeas em mãos e já sabe qual o cavalo a ser montado, quando os "últimos pilares da fortaleza se desmoronarem"; talvez isto ainda não tenha acontecido porque os deputados (a maioria) está muito ocupada tentando defender outro currupto-titãn, o presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha e, no Senado, também não há flores, senão espinhos e escaravelhos tradicionais...
O que esperar de um país que tenta se defender acusando? O que falar de um país, no qual, político nenhum suscita confiança e/ou honradez? O que esperar de um país que democracia é sinônima apenas de eleição, pleito, voto? O que falar de um país no qual os partidos políticos são meros instrumentos a serviço de interesses pessoais de alguns de seus membros (intra e extra acoplados), não uma instituição que defenda um projeto comprometido com o desenvolvimento social e econômico da nação?
JaloNunes.
Imagem retirada de: gilbertoleda.com.br
Imagem copiada de: jornalocal.com.br
Imagem copiada de:  www.pt.org.br

Sem comentários:

Enviar um comentário