Pesquise Aqui

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Estreia da Seleção Brasileira Olímpica (masculino) - Rio 2016

R
ealmente, não se pode comparar a Marta com o Neymar; nem se pode comparar a seleção brasileira olímpica feminina com a masculina. Ontem, a Marta mostrou a mesma regularidade e seriedade de sempre, além da habilidade e da responsabilidade, que sempre empenhou nas partidas que fez, aliás e também por isso, coleciona 5 títulos de melhor jogadora de futebol, no mundo; ontem, igualmente, saiu dos seus pés o passe para o segundo gol da seleção olímpica, marcado por Andressa, tendo o Brasil goleado a China por 3 X 0.
Não comparando, porque isso é impossível, o Neymar não tem títulos de melhor do mundo, sequer foi indicado a isso, mas conseguiu manter certa regularidade: criar confusão em campo; logo, o Neymar não tem a mínima condição de ser capitão da seleção; de time de futebol nenhum, dada a imaturidade e a aquisição de estresse quando não consegue agradar seus pupilos, espalhados mundo a fora.
“Os Três Mosqueteiros” do Brasil (GG; GJ; NJr) pouco fizeram, ou nada de especial fizeram... até porque não pode existir no futebol, formação com apenas três jogadores, mesmo que sejam considerados na condição de verdadeiros craques.
Como se pode ver na imagem abaixo, o grupo do Brasil (Grupo A) é um dos menos complexos, mesmo assim, a primeira partida que o Brasil fez, na qual enfrentou a África do Sul, "conseguiu" apenas um 0 X 0.
Mediante esta nossa medíocre análise, vamos dar nosso prognóstico: pode até conquistar uma medalha, mas desta vez ainda não virá o ouro...

JaloNunes.
Copiado de: globoesporte.globo.com
Imagem copiada de: oglobo.globo.com

Sem comentários:

Enviar um comentário